Categorias
Vídeos

Escritórios de Engenharia ainda estão no passado

Mesmo com o decreto BIM 2020 e popularização das tecnologias como impressão 3D, Internet das Coisas, Realidade Aumentada ao redor do mundo e em rodas de conversa, a realidade nos canteiros de obra pelo país ainda está muito distante da modernidade.

Segundo pesquisa feita pelo portal AECweb, 87% das construtoras e escritórios de engenharia e arquitetura não usam ou aplicam minimamente os processos e tecnologias de construção digital disponíveis atualmente.

Link da Pesquisa: https://www.aecweb.com.br/infografico/pesquisa-transformacao-digital.html

Categorias
Artigos Inovações

87% das empresas de construção não usam novas tecnologias

Mesmo com o decreto BIM 2020 e popularização das tecnologias como impressão 3D, Internet das Coisas, Realidade Aumentada ao redor do mundo e em rodas de conversa, a realidade nos canteiros de obra pelo país ainda está muito distante da modernidade.

Segundo pesquisa feita pelo portal AECweb, 87% das construtoras e escritórios de engenharia e arquitetura não usam ou aplicam minimamente os processos e tecnologias de construção digital disponíveis atualmente.

Para se ter ideia, 32% dos entrevistados utilizam apenas o e-mail e whatsapp como ferramentas tecnológicas no gerenciamento de projetos e obras. Em compensação, a pandemia está forçando as empresas a buscar soluções que estejam alinhadas com a modernidade que nosso setor necessita, mesmo que essa adaptação não venha da noite para o dia, já que são necessários treinamentos e equipamentos que podem demandar horas e investimento até se tornarem aplicáveis na realidade do construtor ou projetista.

Entre as dificuldades, estão listadas abaixo os 7 maiores problemas de adoção de novas tecnologias:

1. As novas soluções têm preço elevado (23,5%)

2. Faltam habilidades e conhecimento adequado aos funcionários (18,4%)

3. A direção da empresa não tem cultura digital (17,4%)

4. São muitas soluções, existe um software para cada assunto (15%)

5. Falta de tempo para dedicar à implantação (13,2%)

6. As novas soluções são muito difíceis de implantar (6,5%)

7. É muito difícil adequar os processos atuais (6%)

Ainda de acordo com a pesquisa, cerca de 13% das empresas já se consideram digitalizadas, utilizando os meios digitais em todos os seus processos. Para elas, entre os benefícios estão:

Entre as ferramentas citadas por 13% dos entrevistados, o BIM é a solução mais utilizada, alcançando 58% dessas empresas, seguido por drones com 9%, empatado com a Realidade Aumentada.

Já as empresas que pretendem aderir a processos de construção digital nos próximos 3 anos, a maior parte, cerca de 28%, pretendem começar pelos projetos, seguido por planejamento com 21% e administração com 18%.

O objetivo de quem deseja implementar as novas soluções são o aumento de produtividade (26%), automatização dos processos (22%) e redução de custos (21%).

Confira a íntegra da pesquisa clicando aqui.

https://www.aecweb.com.br/infografico/pesquisa-transformacao-digital.html?utm_source=sales_force&utm_medium=email&utm_term=&utm_content=&utm_campaign=pesquisa_aecweb

E você? Acredita que a construção digital é o ponto chave para a modernização, aumento de produtividade e consequentemente da qualidade das obras em nosso país? Comente abaixo.

Categorias
Vídeos

Biblioteca BIM para Blocos de Concreto

Um trabalho conjunto entre a Associação Brasileira de Cimento Portland, SENAI e a Associação Brasileira de Indústria de Blocos de Concreto permitiu a criação da primeira biblioteca nacional de blocos de concreto especificamente para as plataformas em BIM.

Dentro da biblioteca estão todas as famílias de blocos de concreto de vedação e estrutural fornecidos pelas indústrias brasileiras.

Link da Biblioteca: https://www.blocobrasil.com.br/2020/05/20/biblioteca-bim-blocos-de-concreto/

Categorias
Artigos BIM

Biblioteca BIM para Blocos de Concreto

Associações brasileiras lançam em conjunto a primeira biblioteca BIM nacional para sistemas de alvenaria estrutural.

Um trabalho conjunto entre a Associação Brasileira de Cimento Portland, SENAI e a Associação Brasileira de Indústria de Blocos de Concreto permitiu a criação da primeira biblioteca nacional de blocos de concreto especificamente para as plataformas em BIM.

O trabalho, iniciado em setembro de 2019, foi inaugurado em maio deste ano, possuindo várias interfaces para as etapas de planejamento, projeto e construção de empreendimentos que utilizam o bloco de concreto como sistema construtivo, sendo esta adequada à ABNT NBR 6136 de 2016 (Blocos vazados de concreto para alvenaria – requisitos).

Dentro da biblioteca estão todas as famílias de blocos de concreto de vedação e estrutural fornecidos pelas indústrias brasileiras. Esse trabalho garante critérios de segurança, confiabilidade e qualidade aos projetistas, construtores, arquitetos e engenheiros calculistas, dando agilidade a todo o processo construtivo.

Esse é um marco para a área da construção no Brasil, sendo o primeiro case de uma biblioteca completa sobre um produto específico deste setor. Além da inovação alinhada a metodologia BIM, os benefícios incluem a redução dos custos da obra e maior controle e qualidade sobre o serviço prestado.

O exemplo disponível na biblioteca BIM é do tipo residencial multifamiliar de 4 pavimentos tipo e 4 unidades por andar, com aproximadamente 43m². Esse trabalho abrange 3 desafios para a popularização da metodologia a nível nacional, sendo a disponibilidade de bibliotecas, profissionais especializados na tecnologia e a normatização.

Além de todas as vantagens apresentadas, a BlocoBrasil disponibiliza o download gratuito do manual para operar a biblioteca BIM para blocos de concreto, incluindo as informações parametrizadas para o cruzamento de informações importantes de projeto.

Link da Biblioteca: http://www.blocobrasil.com.br/site/2020/05/20/biblioteca-bim-blocos-de-concreto/