Blog do Estúdio BIM

7 Exemplos de edifícios ao redor do mundo usando o BIM para LEED

Construir um edifício exige uma coordenação maciça, mas construir um que atenda aos padrões LEED é um desafio totalmente diferente. LEED (Liderança em Energia e Design Ambiental) é um dos mais populares programas de certificação de construção verde no mundo. Requer a colaboração entre as partes interessadas em todos os estágios de construção para garantir que uma estrutura tenha sido construída de uma maneira ambientalmente responsável e eficiente em termos de recursos ao longo de todo o seu ciclo de vida.

Os desenvolvedores estão adotando cada vez mais a tecnologia BIM (Building Information Modeling) para ajudar a dar vida às visões dos designers e alcançar o status LEED. O BIM ajuda as equipes de projeto e construção a trabalhar com mais eficiência, melhorando a coordenação e a simulação durante todo o ciclo de vida de um projeto – desde o planejamento, projeto e construção até a operação e manutenção.

Com a população global que deverá atingir 10 bilhões até 2050, é mais importante do que nunca construir edifícios sustentáveis para o futuro. Aqui estão sete exemplos de edifícios em todo o mundo usando o BIM para ajudar a atender aos requisitos LEED.

1. A vinícola mais verde do mundo através do LEED e do Living Building Challenge

A Silver Oak Winery em Napa, Califórnia, foi gravemente danificada em 2006, após um incêndio ter destruído suas instalações e US $ 2 milhões em vinhos. Logo após o incêndio, os proprietários decidiram fazer duas coisas: reconstruí-lo imediatamente e fazê-lo de forma sustentável. A Silver Oak acabou se tornando a primeira vinícola a ganhar a certificação LEED Platinum. Agora, a Silver Oak construiu uma segunda vinícola sustentável na vizinha Alexander Valley, CA – e se tornou a segunda vinícola do mundo a conquistar o status LEED Platinum. A tecnologia BIM ajudou a vinícola a equilibrar a qualidade e a sustentabilidade do vinho com a integração de painéis solares em suas instalações, usados para controlar coisas como temperatura do vinho e luzes LED. O Silver Oak também reduziu o uso de água de produção usando água reciclada para limpeza inicial de barris e tanques e limpeza de pisos,Leia o artigo.

2. “O Grande Lugar Bom” Usa Inovação Sustentável para Conectar Residentes em Bangkok

Viver em uma cidade grande como Bangcoc pode ser avassalador – estar imerso em um mar de estranhos pode levar a sentimentos de separação e isolamento. É por isso que a Magnolia Quality Development Corporation, Ltd. (MQDC), uma empresa sediada na Tailândia, construiu uma cidade inteligente que pode realmente unir as pessoas e não isolá-las. A cidade inteligente – chamada WHIZDOM 101 – é um campus de 17 acres com espaços que convidam à construção de comunidades, como uma pista de corrida, uma biblioteca e um espaço verde, bem como uma rua repleta de empresas e restaurantes. O MQDC usou o BIM para atingir os padrões de certificação LEED Gold, que ajudaram a reduzir o material residual durante a construção em até 15% e limitar sua pegada de carbono.

3. O Museu do Futuro de Dubai está se transformando no edifício mais complexo do mundo

Uma vez concluído, o Museu do Futuro de Dubai tomará forma de forma tão futurista que seus projetistas tiveram que garantir que fosse realmente possível implementá-lo. Trabalhando com os serviços de engenharia da BuroHappold e com a construção da BAM International, a firma de arquitetura Killa Design está projetando uma combinação deslumbrante de arte, engenharia e construção. A empresa criou visualizações imersivas usando o software BIM, que permitia aos colaboradores “percorrer” todo o museu e verificar cada elemento. Este processo colaborativo ajudou a equipe a alcançar o status LEED Platinum através de mais de 50 decisões de design sustentável, incluindo o uso de produtos de conteúdo reciclado, energia fotovoltaica para energia e sistemas de recuperação de ar interno.

4. Construindo uma cidade sustentável em um arranha-céu através da construção de BIM e pré-fabricada

Tianjin Chow Tai Fook Centro Financeiro é essencialmente uma cidade dentro de um arranha-céu que está sendo construído na quarta maior cidade da China. O centro financeiro abrigará um prédio comercial, um shopping center de varejo, um complexo de apartamentos de luxo e um hotel cinco estrelas. Como líder do setor em sustentabilidade, a China Construction Eighth Engineering Division Corp. Ltd. buscou alcançar o status LEED Gold. A fim de manter a visão dos designers ao mesmo tempo em que atendeu a certificação LEED Gold, a equipe usou a construção pré-fabricada para fabricar componentes precisamente de acordo com desenhos através do BIM, evitando o desperdício de material e eliminando a necessidade de cortar materiais no local.

5. A Colaboração “Big Room” Transforma a Visão da SFO em Planejamento Aeroportuário em Realidade

O Aeroporto Internacional de São Francisco (SFO) está demolindo seu Terminal 1 (construído em 1963) e construindo um terminal moderno e sustentável, que deve obter a certificação LEED Gold. O projeto de US $ 2,4 bilhões, liderado pela Austin Webcor Joint Venture – com arquitetos Woods Bagot, HKS, Kendall Young Associates e ED2 International – consiste na construção de uma área de embarque de 550.000 pés quadrados, 27 portões, concessões, comodidades e uma bagagem inovadora. -Sistema de manuseio. As equipes de projeto têm usado o BIM para resolver problemas importantes, identificar prioridades e coordenar soluções.

6. A Nova Tradição da Fábrica Bulgari Atualiza a Tradição (Apesar de Impedir Joelheiras)

Em homenagem à prestigiosa história da joalheria italiana, a Bulgari escolheu a Goldsmith’s Farm em Valenza, na Itália – antiga fábrica do renomado ourives Francesco Caramora – como o local ideal para construir sua nova fábrica, sustentável e altamente segura. O Open Project, empresa de arquitetura, utilizou a tecnologia BIM por sua abordagem de design colaborativo, preservando a importância cultural do site e, ao mesmo tempo, atendendo às rigorosas necessidades de segurança e sustentabilidade da Bulgari. Toda a instalação abrange mais de 14.000 pés quadrados e alcançou a certificação LEED Gold.

7. Evangelistas BIM elevam o nível para construção de hospitais

Pioneira em gerenciamento de construção, a Lexco foi contratada para gerenciar a construção do que será o segundo maior hospital da América Central e América Latina. Como hospital público e um dos principais destinos de turismo médico, foi projetado para atender a rigorosos padrões médicos, ao mesmo tempo em que atende aos requisitos de eficiência energética e sustentabilidade do nível LEED. O hospital terá elementos como painéis de parede externa que ajudam a melhorar a qualidade do ar interno em 25% e reduzem a potência mecânica em 22%, além de janelas e divisórias de vidro que filtram os raios X e UV prejudiciais. A Lexco está usando um modelo BIM não apenas durante o projeto e a construção, mas também para o gerenciamento das instalações.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp